Category Archives: Barcelona

Cozinhas, no plural.

Eu sou assim. É só começar uma dieta que eu só penso numa coisa: comida. E hoje me peguei lembrando de um restaurante de Barcelona que eu não cheguei a comentar aqui: o Cuines Santa Caterina.

Cuine quer dizer cozinha em catalão. O plural é porque o restaurante oferece quatro tipos de cozinha: grelhados, oriental, vegetariana e mediterrânea. Os pratos do dia ficam passando em luminosos vermelhos, por cima dos cozinheiros que comandam os fogões, bem ali, na sua frente. E toda a decoração lembra um armazém: pé direito alto, estantes com os produtos de mercearia e temperos. De vez em quando vem alguém buscar um ingrediente que está faltando, enquanto os ingredientes frescos vêm direto do moderno Mercat de Santa Caterina, onde fica o restaurante.

Comemos muito bem e não pagamos caro, embora os preços – como os pratos – variem bastante. Além de almoço e jantar, serve café da manhã. Para o resto do dia, tem um bar de tapas.

Quer saber? Se eu morasse em Barcelona ou se o Cuines fosse em Madrid, era lá que eu estaria jantando hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Barcelona

Girls just wanna have fun

No dia em que fomos visitar o Parc Guell, o dia estava lindo e meia Barcelona teve a mesma idéia.

A lagartixa do Gaudi, rodeada de turistas.

A lagartixa do Gaudi, rodeada de turistas.

Tinha grupo de crianças de mãos dadas em passeio da escola, grupo de adolescentes estirados na grama, grupo de excursão, todos de boné da mesma cor na cabeça, seguindo a bandeirinha do guia… Mas seis senhoras holandesas foram um pouquinho mais longe para  manter seu grupo unido e sem chance de se perder. Cada uma escolheu um divertido chapéu vermelho, e andavam todas assim, elegantérrimas pelo parque. Adorei!

Ladies in red

Ladies in red

Depois de vê-las várias vezes pelo parque e não resistir à minha vontade de pedir para tirar uma foto, ainda pegamos o mesmo ônibus para ir embora. Eu juro: elas não paravam de rir um minuto. Sempre fico fã de senhoras e senhores que sabem envelhecer sem perder a capacidade de se divertir.

Deixe um comentário

Filed under Barcelona

Se eu tivesse que andar somente por uma rua em Barcelona…

…andaria pela Montcada.

É impressionante como numa rua tão pequena, você consegue encontrar:

1. Um museu de um dos maiores artistas de todos os tempos: Musée de Picasso.

2. Um café bem gostoso escondido dentro de outro museu: Tèxtil Café. (No terracinho interno do Museu Tèxtil i d’Indumentària, em frente ao Museu de Picasso.)

3. Uma galeria cheia de história: Galeria Maeght. (Aqui estão à venda catálogos originais da galeria de Paris que começam em cerca de €20. Vale a pena pesquisar.)

4. Um tradicional bar de cavas: El Xampanyet (Carrer Montcada , 22).

5. E quando a rua termina, uma linda igreja gótica: Santa Maria del Mar.

Mas como a gente não precisa escolher só uma rua para andar em Barcelona, depois de entrar na igreja e pedir um limite maior no cartão de crédito, nada como bater perna pelas ruazinhas ali em volta e ver as modas, como dizia uma amiga.

Última dica: um croissant, um chocolate e um café na Bubó, pasteleria e chocolateria que tem bolo de chocolate premiado e atendentes simpáticas brasileiras.

1 Comentário

Filed under Barcelona

Meu novo museu preferido.

Auto-retrato, Joan Miró.

Auto-retrato, Joan Miró.

Não sei se é a idade, mas vi o trabalho do Miró com outros olhos dessa vez. Fiquei apaixonada.  A tapeçaria, as esculturas, a vista, o auto-retrato, tudo. Não deixe de ler os nomes das obras. Dá outra perspectiva. “O sorriso de uma lágrima.” É ou não é poesia pura?

E tudo isso num espaço que ele ajudou a conceber. A tapeçaria da primeira sala, por exemplo, foi criada para ficar exatamente ali.

Super interessante também é a atual exposição temporária: Kiki Smith. Her memory. Lindo, forte, feminino até. Fica em cartaz até 24/05. Recomendado.

A Fundació Joan Miró é imperdível em qualquer visita a Barcelona. E para continuar o passeio, pegue o teleférico  (para a esquerda de quem sai do museu) e suba até o Castelo de Montjuic.

Nota para mamães viajantes: se o carrinho aguentar o chacoalhar dos paralelepípedos, o Castelo é surpreendentemente acessível para bebês e crianças pequenas (o ideal são dois adultos, para subir uma escadinha ou outra).

Deixe um comentário

Filed under Barcelona, Viajar com filhos

Arte brasileira no MACBA

Essa última visita a Barcelona teve direito a um pulinhho no MACBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona). Entre as exposições em cartaz no momento, escolhi arte brasileira. Mais precisamente, Cildo Meireles, que ano passado ganhou o prêmio Velazquez aqui na Espanha e teve essa exposição organizada pelo Tate Modern de Londres.

Entre as instalações, uma das mais interessantes é um labirinto coberto de cacos de vidro sobre os quais você caminha. É preciso assinar um termo de responsabilidade antes de entrar (e não pode ser com qualquer sapato).

Em frente ao museu, outra exposição interativa reaproveitava cadeiras e móveis antigos, dando a eles novos usos, a maioria sobre rodas, em homenagem aos skatistas que praticam em frente ao museu.

Exposição interativa em frente ao MACBA

Exposição interativa em frente ao MACBA.

Eu experimentei essa espécie de gangorra aí embaixo. Dá um frio na barriga!

Gangorra turbinada

Gangorra turbinada.

Deixe um comentário

Filed under Barcelona

Amor, é falta de educação lamber o prato?

Como falei, dia 19 de março foi Dia dos Pais por aqui. Estava em Barcelona e queria sair para jantar bem para comemorar, mas como ia levar minha pequena de 6 meses, não podia ser um lugar muito, digamos, pretencioso.

Ouvi falar (muito bem) do Cinc Sentits. Já faz um tempo, o restaurante marcou presença em uma Hot List do Conde Nast e, esse ano, Jordi Artal conquistou a sua primeira estrela Michelin. Mas como eu tinha lido que o lugar era gostoso e que a mãe e a irmã do Jordi estavam à frente do atendimento, achei que era um bom lugar para fazer um teste.

Não me arrependi. O lugar realmente não é cheio de pose (embora não seja um restaurante ideal para levar bebê), mas mesmo morrendo de sem graça quando a filhota ameaçou não cooperar, todo mundo fez de tudo para que nos sentíssemos à vontade. E cedo ou tarde, ela acabou adormecendo.

Então, falando do que interessa: comida, comida, comida.

A proposta do restaurante é oferecer menus degustação. Você só tem 3 opções: um menu degustação de 6 pratos (€45), um de 8 pratos (€65) ou escolher 3 pratos e 1 sobremesa do menu fixo (€65). Fiquei com a segunda opção.

Sem ficar me detendo em descrever cada prato, posso dizer 5 coisas:

1. A cozinha é o que eles chamam de autor, mas as invencionices não roubam a cena. Apesar de misturas inusitadas, de uma espuma aqui e outra coisinha que explode na boca ali, o ingrediente principal está sempre lá e tudo combina perfeitamente.

2. Gostei da maneira que ele usa o sal. Do sal que acompanha o azeite e o pãozinho ao sal na sobremesa.

3. Foi o melhor fois gras que eu já comi na minha vida.

4. Repeti o título deste blog em 5 dos 8 pratos que vieram para a mesa.

5. O chato do meu marido não deixou eu lamber o prato em nenhuma das 5 vezes.

Deixe um comentário

Filed under Barcelona, Viajar com filhos